Número dois da Al-Qaeda diz que se vingará dos EUA

A TV árabe Al Arabiya divulgou na noite deste sábado uma gravação atribuída a Ayman al Zawahri, segundo homem na hierarquia da rede Al-Qaeda, liderada pelo milionário saudita Osama bin Laden, na qual ele ameaça se vingar dos Estados Unidos caso algum prisioneiro detido na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba, seja condenado à morte.Al Zawahri afirmou que os EUA vão pagar caro por qualquer ação contra os prisioneiros muçulmanos. ?O que aconteceu (os atentados de 11 de setembro de 2001) foi apenas o primeiro conflito e que a verdadeira batalha ainda não começou?, disse Al Zawahri.O braço direito de Bin Laden clamou para que todos os muçulmanos vinguem os presos. ?A América e seus homens estão torturando seus prisioneiros. Vamos mostrar para eles nossa vingança?. Nos últimos dois anos, os EUA mantêm cerca de 660 pessoas de 42 nacionalidades presas na base militar de Guantánamo. Os supostos terroristas foram detidos durante a ofensiva norte-americana no Afeganistão, iniciada logo após os atentados contra Nova York e o Pentágono, em Washington. A base de Guantánamo deixou os presos fora de jurisprudência das cortes dos EUA, atitude criticada por advogados e grupos de direitos humanos, que já denunciaram tortura e a falta de uma acusação formal contra os prisioneiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.