Número dois da Al-Qaeda teria morrido em ação da CIA

A rede de televisão americana CNN informou na noite de sexta-feira que o egípcio Ayman Al-Zawahiri, número dois da rede terrorista Al-Qaeda, pode ter sido morto em uma ação coordenada diretamente pela Agência Central de Inteligência (CIA) - o serviço secreto americano -, no Paquistão.O ataque teria ocorrido na fronteira com o Afeganistão, acrescentou a CNN. "Neste momento, a situação não está clara e não existe confirmação sobre a morte de Al-Zawahiri", disse Wolf Blitzer, apresentador do programa "Situation Room".Al-Zawahiri é o segundo homem na hierarquia da Al-Qaeda, depois do saudita Osama bin Laden, a quem os EUA atribuem a autoria intelectual dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, que deixaram cerca de 3 mil mortos. Neste sábado, milhares de paquistaneses protestaram contra o ataque aéreo desfechado pelos EUA e que teria tido como alvo Al-Zawahiri. O bombardeio, na fronteira entre Paquistão e Afeganistão, deixou pelo menos 17 mortos. A manifestação, que foi pacífica, ocorreu em Inayat Qala, a seis quilômetros de Damadola, onde ocorreram os ataques. Testemunhas afirmam que mais de 8.000 pessoas tomaram parte nos protestos. Um político local, Sahibzada Haroon urRashid, disse que todos os mortos eram moradores do local e condenou o bombardeio como um ato de "terrorismo claro".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.