Número oficial de mortos chega a 68.977 na China

Novos dados mostram uma alta de 119 mortos em relação aos apresentados na sexta-feira

EFE

31 de maio de 2008 | 06h14

O número de mortos no terremoto que devastou no dia 12 de maio o sudoeste da China subiu para 68.977, enquanto 17.974 pessoas permanecem desaparecidas, segundo os últimos dados anunciados neste sábado pelo Escritório de Informação do Conselho de Estado.   Os números divulgados neste sábado apresentam uma alta de 119 mortos em relação aos mostrados na sexta-feira. O número de feridos chega a 367.854, e mais de 45 milhões de pessoas ficaram desabrigadas no terremoto.   O tremor, de uma magnitude de 8 graus na escala Richter e que castigou principalmente a província chinesa de Sichuan, provocou ainda o deslocamento de 15,15 milhões de pessoas, ameaças agora pelo transbordamento dos lagos formados pelos deslizamentos de rochas e escombros na tragédia.   Além disso, as réplicas posteriores ao terremoto continuam sendo registradas, apesar de transcorridos 19 dias desde tremor de maior intensidade. Somente nas 24 horas anteriores às 3h (de Brasília) deste sábado foram detectadas 215 tremores nas províncias castigadas pelo terremoto, segundo o Birô Sismológico da China.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaPequimSichuanterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.