Nuvem de cinza vulcânica pode ser risco à saúde

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendou hoje que os europeus permaneçam em lugares fechados se a nuvem com cinzas do vulcão islandês Eyjafjallajokull começar a descer. Um porta-voz da OMS informou que o órgão desconhece até o momento os riscos exatos à saúde do contato com a nuvem de cinza vulcânica.

AE-AP, Agência Estado

16 de abril de 2010 | 16h02

O funcionário disse que a cinza microscópica é potencialmente perigosa para as pessoas, caso comece a baixar de altitude. As partículas inaladas podem chegar aos pulmões e provocar problemas respiratórios. Há um alto risco para os que sofrem de asma e outras doenças respiratórias.

O porta-voz da OMS informou que a nuvem permanecia em uma posição elevada na atmosfera nesta sexta-feira, mas a agência de saúde das Nações Unidas está monitorando de perto a situação. Um pouco da cinza cobriu o solo em zonas rurais no sul da Islândia.

Tudo o que sabemos sobre:
IslândiavulcãosaúdeOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.