NY: petróleo vira e fecha em leve alta

Os preços do petróleo tiveram uma leve alta, recuperando um pouco do terreno perdido com as fortes quedas recentes. Tanto nos EUA como na Europa, os preços do petróleo abriram em baixa e chegaram a cair 2%, mas passaram a subir gradualmente. Analistas disseram que traders que haviam apostado que os preços continuariam a cair viram-se obrigados a comprar para desfazer posições.

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 18h13

"Existe o temor de um excesso de oferta, com demanda limitada por energia. Nos últimos três meses, nós basicamente eliminamos quase US$ 25 do preço do petróleo norte-americano. Isso continua a destacar o temor de excesso de oferta no mercado", disse o analista Gene McGillian, da Tradition Energy.

A queda ocorrida pela manhã foi atribuída ao informe de que a produção da Opep alcançou seu nível mais alto em mais de um ano em setembro. Segundo o cartel, a produção de seus países membros alcançou 30,47 milhões de barris por dia, com crescimento de 402 mil barris por dia.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para novembro fecharam a US$ 85,82 por barril, em alta de US$ 0,05 (0,06%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para novembro fecharam a US$ 90,21 por barril, , com baixa de US$ 0,16 (0,18%). Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
mundopetróleo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.