NY vive dia de protestos a favor e contra mesquita

Centenas de manifestantes pró e contra a construção de uma mesquita nas proximidades do Marco Zero, em Nova York, mediram forças ontem nas ruas de Manhattan. Não houve violência entre os grupos, separados por uma distância de 100 metros. Os protestos refletem a controvérsia causada pelo plano de construção do centro comunitário e religioso islâmico a dois quarteirões do terreno do World Trade Center, alvo do ataque de 11 de setembro de 2001,

Denise Chrispim Marin / CORRESPONDENTE/ WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2010 | 00h00

A construção tem o apoio do presidente Barack Obama e do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg. Cerca de 70% dos americanos, porém, são contra a iniciativa. Os democratas dizem que a oposição ao projeto tem motivação eleitoral em razão das eleições legislativas de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.