NYT: Programa nuclear da Coreia do Norte é mais perigoso que o do Irã

Oficiais americanos e sul-coreanos acreditam que usina que enriquece urânio tem alta tecnologia

AE, Agência Estado

14 de dezembro de 2010 | 18h26

O governo Obama concluiu após a descoberta de uma usina nuclear na Coreia do Norte, no mês passado, que o programa nuclear de Pyongyang tem tecnologia mais avançada do que o iraniano, informou o jornal The New York Times, nesta terça-feira, 14.

Segundo o diário, oficiais americanos e sul-coreanos acreditam que a usina não poderia ter sido construída sem uma rede sofisticada de outros locais secretos de enriquecimento de urânio.

De acordo com membros do governo americano ouvidos pelo Times, milhares das centrífugas usadas na usina são conhecidas como P-2, de design paquistanês e vendidas no mercado negro. Estes equipamentos podem enriquecer urânio a níveis altos, o que pode abastecer reatores para construir armas atômicas.

Mais cedo, o departamento de Estado afirmou  que a descoberta de novas instalações para enriquecimento de urânio na Coreia do Norte são fonte de preocupação para Washington.

"Estamos conscientes do fato de que as recentes revelações a delegações norte-americanas não surgiram do nada, mas refletem o trabalho feito em pelo menos mais uma instalação", disse o porta-voz do departamento de Estado P.J. Crowley a jornalistas. .

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.