EFE/Exército dos EUA
EFE/Exército dos EUA

O Dia D em mapas e números

Veja o tamanho dos efetivos envolvidos na batalha, incluindo suas divisões aéreas, marítimas e terrestres, e também os principais momentos do tomada da Normandia

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de junho de 2019 | 13h55

PARIS - O desembarque aliado de 6 de junho de 1944 foi o maior da história em termos de navios envolvidos. Ao fim do dia, mais de 200 mil homens se encontraram cara a cara na Normandia.

Aliados

• Efetivos: 156.177 homens (cinco divisões de Infantaria e três divisões aerotransportadas) desembarcaram no Dia D. Segundo os números do Memorial de Caen, 10.470 morreram, ficaram feridos, ou desapareceram.

Pelo mar, chegam cerca de 133 mil homens: 58 mil americanos nas praias de Utah e Omaha, 54 mil britânicos em Gold e Sword, e 21 mil canadenses, em Juno. Além disso, 177 franceses desembarcaram em Sword. Pelo ar, 23 mil homens: 13 mil paraquedistas americanos saltaram sobre Utah e 10 mil britânicos entre Orne e Dives.

• Aviação: apenas no dia 6 de junho, 11,5 mil aeronaves (incluindo 3,5 mil planadores, 5 mil caças e 3 mil bombardeiros) sobrevoaram as praias normandas e soltaram 11.912 toneladas de bombas sobre as defesas alemãs na costa. As perdas foram pequenas: 127 aviões perdidos e 63 danificados.

• Forças Naval: A "Operação Netuno" envolveu 6.939 navios. A força do desembarque propriamente dita incluiu 4.126 embarcações distribuídas em 47 comboios. Uma parte dos veículos, os Landing Craft Assault (LCA), fez a travessia a bordo de barcos mais potentes para ser lançados ao mar apenas próximo à costa de uma de suas cinco praias de desembarque.

Os outros tipos de navios atravessaram o Canal da Mancha por seus próprios meios, especialmente os Landing Craft Infantry (LCI), pequenos transportadores de tropas, os Landing Craft Tanks (LCT), que transportaram tanques e veículos, os Landing Craft Vehicle Personal (LCVP), os Landing Ship Tanks (LST), assim como os famosos "ducks" (patos), veículos anfíbios propulsados por hélice.

No total, foram transportados 20 mil veículos e 1 mil tanques. A frota logística compreendeu 736 navios auxiliares e 864 navios mercantes para o transporte de víveres, munições e hospitais flutuantes. Entre os navios mercantes, 54 foram afundados de propósito para formar armazéns artificiais.

A esquadra de combate: 137 navios de guerra, incluindo sete encouraçados, cerca de 20 cruzadores, 221 destróieres, fragatas, corvetas, 495 lanchas, 58 caças-submarinos, 287 navios-varredores, quatro lança-minas, dois submarinos. 

Forças alemãs

• Efetivos: pouco menos de 150 mil soldados do 7º Exército estavam estacionados na Normandia, e cerca de 50 mil, na zona de desembarque. 

Perto das praias, estavam a divisão 21 - a única divisão blindada, a sudeste de Caen - e seis divisões de Infantaria.

Outras duas divisões blindadas, a 12 SS (Hitler-Jugend) e a divisão Panzer-Lehr, estavam situadas perto de Evreux e de Alençon-Le Mans, respectivamente.

As divisões 1ª SS, 2ª e 16ª se mantiveram no norte do Sena, nos arredores de Mons, Péronne e Senlis.

• Aviação: grande parte das aeronaves foi enviada para o front leste. Restaram apenas cerca de dez bombardeiros e caças.

• Marinha: 30 lanchas, quatro destróieres, nove torpedeiros e 35 submarinos. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.