O ditador que é ''reeleito'' desde 1981

Hosni Mubarak, PRESIDENTE DO EGITO

, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2011 | 00h00

Em 1973, o então comandante da Força Aérea Hosni Mubarak foi declarado vice-presidente pelos serviços prestados na Guerra do Yom Kippur.

Após a derrota para Israel, o Cairo alterou sua política externa e passou a negociar a paz com os israelenses, o que significou a sentença de morte do presidente Anwar Sadat. Eleito em 1981, depois do assassinato de Sadat, Mubarak foi continuamente reeleito, a cada seis anos, com votações que ultrapassam os 80%.

Desde que assumiu a presidência, ele decretou estado de emergência no Egito - que nunca foi revogado. Hoje, aos 82 anos e em meio a rumores de um câncer terminal, ele tenta emplacar o filho, Gamal, como sucessor nas eleições presidenciais, marcadas para setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.