O ensaio que conta é o dos novos Shahab

Cenário: Roberto Godoy

O Estado de S.Paulo

03 de julho de 2012 | 03h01

As 72 horas de testes de mísseis do Irã, com o lançamento de versões novas de vários tipos de armas, valem pelo anunciado exercício com a configuração mais recente do Shahab, o Meteoro. Único modelo do arsenal com capacidade para atingir alvos estratégicos em todo o Oriente Médio - de Israel à Arábia Saudita, incluindo as bases das forças dos EUA. O míssil, que explodiu no ar nos primeiros ensaios e, na série mais recente de provas, ficou abaixo do pretendido alcance de 2 mil quilômetros, estaria em plena produção, armado com uma ogiva de 990 quilos formada por um "cacho" de cinco cargas de 280 quilos capazes de atingir objetivos independentes em um raio de 1.930 quilômetros a 2,5 mil quilômetros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.