O melhor da internet

DER SPIEGEL

Rodrigo Cavalheiro, O Estado de S.Paulo

10 de junho de 2010 | 00h00

Os suruis usam bytes para salvar sua floresta

Os índios suruis ocupam 2.428 km² da Amazônia brasileira, em Rondônia. Vivem na reserva Sete de Setembro, assim batizada porque neste dia, em 1969, tiveram contato com os brancos. De 5 mil, chegaram a ser 250. Hoje, são 1.300. Para preservar a si e a seu território, conta a revista alemã Der Spiegel, o chefe Almir Narayamoga Surui recorre a algo mais do que flechas e tacapes. Usa o GPS e a internet. Sua principal ferramenta é o Google Earth, com que viaja sem deixar a tribo. Aos 35 anos, Almir já esteve em 26 países e, embora saiba que uma área equivalente a 52 reservas suruis é destruída por ano no Brasil, seu discurso não é de vítima. Almir fala com desenvoltura de imagens de satélite, do milhão de árvores que pretende plantar e das 16 milhões de toneladas de dióxido de carbono que quer vender no mercado global de emissões. Até hoje, os suruis perderam apenas 7% de sua mata. Em breve, serão um dos primeiros povos indígenas pagos pelo mundo para preservar sua floresta.

ABC

A nova arma do terror: pacotes vazios

O alerta é do FBI. Pacotes vazios estão entre as táticas de terroristas para descobrir em quanto tempo a polícia detecta uma suposta ameaça, chama reforço e esvazia o local. O FBI garante que a prática é estimulada em um site radical islâmico. Mesmo com os alarmes falsos, que se multiplicam principalmente depois de uma ameaça verdadeira, como o carro-bomba deixado na Time Square, a polícia reforça: quer ser alertada sobre qualquer embalagem suspeita.

NEW SCIENTIST

Pesquisa endossa adoções por gays

Durante 25 anos, pesquisadores da Universidade da Califórnia avaliaram 78 crianças adotadas por casais de lésbicas nos EUA. A conclusão: elas têm desempenho escolar positivo e são em geral menos agressivas e do que outras com educação e renda familiar semelhantes. Nos EUA, 4% das adoções são feitas por casais gays. O estudo pretende estimular pais do mesmo sexo a adotar, nos Estados em que isso é permitido, parte das 100 mil crianças que esperam um lar nos EUA.

THE GLOBE AND MAIL

Véu emperra denúncia de muçulmana

Uma muçulmana de 32 anos residente no Canadá denunciou um homem por violência sexual, mas o julgamento não avança porque o tribunal local não permite que ela deponha com véu. Advogados de defesa argumentam que o réu tem o direito de ver quem o acusa. Juristas acrescentam que a expressão facial seria importante para o juiz formar opinião sobre a veracidade do relato. Os parentes da mulher argumentam que ela tem o direito de manter um símbolo de sua fé e "não há intimidação maior para uma muçulmana do que encarar o homem que a violou".

BOLIVIANAS

US$ 42 milhões

lucraram os bancos no país de Evo Morales nos primeiros

quatro meses de 2010

11

dos 12 bancos registrados na Bolívia tiveram saldo positivo

no primeiro quadrimestre

US$ 430 milhões

é o lucro desde 2006, razão pela qual o governo quer ampliar a fatia dos correntistas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.