O pior massacre desde a 2ª Guerra

Lideradas pelo general Mladic, tropas sérvias invadiram Srebrenica e mataram mais de 8 mil

, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2011 | 00h00

A Bósnia separou-se da Iugoslávia em 1992. O novo país, dividido entre bósnios muçulmanos, croatas e sérvios, entrou em colapso. A guerra civil foi ditada pela Sérvia, protetora e herdeira da federação iugoslava, que tentou ocupar áreas onde viviam os sérvios e expulsar outras etnias desses territórios.

Em julho de 1995, lideradas pelo general Ratko Mladic, forças sérvias invadiram a cidade de Srebrenica, enclave sob proteção das Nações Unidas, e mataram mais de 8 mil bósnios muçulmanos.

A cidade era controlada por 160 soldados holandeses, que foram obrigados a ceder o controle de Srebrenica para os sérvios. Rob Franken, comandante dos capacetes-azuis da ONU, disse que o general Mladic tinha dado garantias de que não haveria violência.

No entanto, assim que assumiu o controle da área, o comandante sérvio separou os homens das mulheres e iniciou a chacina. Muitos foram obrigados a cavar a própria cova antes de morrer com um tiro na cabeça.

O massacre foi a pior atrocidade cometida na Europa desde a 2.ª Guerra e o primeiro caso legalmente reconhecido de genocídio no continente após o Holocausto.

As vítimas foram enterradas em valas comuns. A maioria era de homens adultos, mas havia também adolescentes, crianças, idosos com mais de 65 anos e alguns bebês. Um mês após o massacre dos bósnios muçulmanos, aviões dos Estados Unidos fotografaram o solo revirado da região, revelando o genocídio.

Até o ano passado, exames de DNA haviam conseguido identificar mais de 6 mil vítimas em Srebrenica. Os cadáveres, no entanto, continuam a aparecer.

A última grande descoberta ocorreu em 2006, quando uma vala com mais de mil corpos foi encontrada no povoado de Kamenica, que fica na região de Srebrenica.

CRONOLOGIA

1992

Guerra da Bósnia

Tropas servo-bósnias iniciam cerco a Sarajevo

1995

Massacre de Srebrenica

Tropas do general matam ao menos 8 mil pessoas.

1996

Proteção sérvia

Mladic passa a viver sob proteção de Slobodan Milosevic

2001

Clandestinidade

Sem a proteção de Milosevic, passa a se esconder

2011

Prisão

É detido por tropas sérvias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.