AFP
AFP

O que acontece com os delegados conquistados por candidatos que abandonaram a disputa democrata?

Pete Buttigieg e Amy Klobuchar, que anunciaram desistência de candidaturas nesta semana, somavam 33 apoios

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2020 | 18h27

Nas 48 horas após o ex vice-presidente Joe Biden ter conquistado uma vitória dominante nas primárias presidenciais democratas da Carolina do Sul, dois de seus concorrentes pela indicação do partido suspenderam suas campanhas. Tanto a senadora Amy Klobuchar (Minnesota) quanto o ex-prefeito de South Bend, Indiana, Pete Buttigieg se juntaram a Biden no Texas na noite de segunda-feira para oferecer a ele seu apoio antes das primárias do estado nesta terça-feira, 3.

Esses endossos foram importantes, embora os efeitos sejam difíceis de avaliar no momento. O que pode ser mais importante são os 33 delegados que Buttigieg e Klobuchar já conquistaram. Buttigieg terminou em primeiro lugar em Iowa e New Hampshire, liderando brevemente os delegados. Klobuchar transformou um forte desempenho em debate (visando principalmente Buttigieg, aliás) em um rol um pouco menor em New Hampshire.

Então, o que acontece com esses delegados agora? O que acontece com os delegados que avançam à medida que os candidatos se retiram? A melhor maneira de responder a essa pergunta é examinar o restante da campanha em duas partes: antes e durante a convenção democrata.

O que acontece antes da convenção

A maioria dos estados possui primárias nas quais vários grupos de delegados são distribuídos da seguinte maneira:

(O processo para caucuses acaba no mesmo lugar, mas com uma matemática mais complicada.)

delegados estaduais concedidos a qualquer candidato que terminar com mais de 15% dos votos. Esses delegados são distribuídos proporcionalmente à porcentagem de votos obtidos por cada candidato cruzando esse limite de 15%. Esses são delegados prometidos, o que significa que espera-se que eles votem no candidato que os ganhou.

delegados distritais do congresso distribuídos usando a mesma matemática, mas dentro dos distritos do congresso. Mesmo que você termine com apenas 14% dos votos em todo o estado, passar de 15% em um distrito no congresso lhe renderá pelo menos alguns delegados.

delegados 'sem compromisso' que vão à convenção nacional e podem votar em qualquer candidato que desejarem - mas eles só podem se pronunciar se houver uma segunda votação a ser realizada. Depois de 2016, o Partido Democrata mudou as regras para permitir que os votos dos chamados "superdelegados" sejam contabilizados somente após uma primeira rodada de votação, dificultando assim a decisão dos delegados sem compromisso.

O resultado da nossa discussão são os candidatos dados a Buttigieg e Klobuchar. Eles ainda estão comprometidos?

Josh Putnam é um cientista político que se concentra nas regras de delegados. Ele considerou a questão em seu site, Frontloading HQ, e conversou com o The Washington Post sobre o que acontece.

Uma distinção que Putnam faz é que, embora geralmente falemos sobre quem ganhou quantos delegados nas disputas até agora, na maioria das vezes, na verdade, ninguém tem delegados neste momento. Esses delegados serão designados nas convenções do partido no final do ano. Em vez disso, os candidatos ganharam principalmente “espaços para delegados” - espaços reservados para os delegados serem designados posteriormente. 

Isso é importante porque, em alguns casos, esses espaços serão preenchidos com delegados apenas para os candidatos que ainda estão na corrida. Em New Hampshire, por exemplo, se Buttigieg não for mais um candidato na época da convenção estadual, os três delegados que ele ganhou em virtude de seu total de votos em todo o estado seriam redistribuídos entre os outros candidatos ainda na corrida que cruzarem o limite de 15%. Como os outros dois candidatos que receberam delegados em todo o estado em New Hampshire foram Klobuchar e o senador Bernie Sanders, o efeito seria Sanders receber todos esses delegados.

Exceto que Buttigieg e Klobuchar não desistiram. Eles acabaram de suspender suas campanhas. Se você está curioso para saber por que os candidatos suspendem, em vez de desistir, bem, esse é um dos motivos.

"Enquanto eles ainda estão no modo de campanha - e tecnicamente ainda estão", disse Putnam, "eles protegem esses delegados de serem realocados".

Portanto, a campanha ‘zumbi’ de Buttigieg ainda recebe seus três delegados em New Hampshire, e Klobuchar recebe os dois.

Quando chegamos à convenção, porém, esses delegados podem jogar de acordo com regras diferentes.

O que acontece na convenção

Assim que a convenção chegar, o partido realizará uma votação entre os delegados presentes para determinar o candidato do partido. Na primeira votação, espera-se que os delegados comprometidos votem nos candidatos que eles representam. Se não houver maioria na primeira votação, será realizada outra rodada de votação na qual os superdelegados sem compromisso (principalmente líderes de partidos e autoridades eleitas) terão direito a voto e em que as promessas dos delegados serão anuladas.

O voto “prometido” é importante, é claro. Esses delegados são comprometidos da mesma maneira que os adolescentes comprometem-se a não fumar: o sucesso do compromisso se resume em grande parte à vontade de cumpri-lo - e ao relacionamento com os candidatos que eles devem representar.

As campanhas fazem o possível para garantir que seus delegados comprometidos cumpram essas promessas.

"Durante o processo de seleção, uma vez selecionados os delegados em qualquer nível, de qualquer tipo, as campanhas têm a capacidade de revisar os candidatos selecionados para representá-los na convenção", disse Putnam. "Então, normalmente, são pessoas bastante leais - se você está falando de uma campanha bem organizada - que estão envolvidas nesse processo desde o início. E se elas estão envolvidas no nível presidencial, geralmente estão”.

Em outras palavras, a campanha de Biden funcionará para garantir que seus delegados comprometidos sejam fervorosos apoiadores de Biden e não pessoas que possam chegar à convenção e de repente decidirem que talvez Sanders valha o voto. Isso também é útil para qualquer segunda (ou terceira) rodada de votação: um fiel partidário de Biden provavelmente continuará votando em Biden enquanto a campanha de Biden o desejar.

Você notará que ainda não conversamos sobre os delegados do distrito congressional representando candidatos que suspenderam suas campanhas. Esses delegados e os delegados estaduais dos candidatos protegidos pela suspensão de suas campanhas iriam para a convenção sem compromisso - o que significa que eles podem votar em quem quiserem na primeira votação.

"Embora os dois candidatos possam ter algum controle sobre quem é selecionado", escreveu Putnam na segunda-feira, "eles não têm controle total sobre nenhum delegado selecionado para representá-los". Os delegados que vão à convenção em nome de Buttigieg provavelmente não serão os tipos de partidários que Biden ou Sanders enviariam, já que isso exige uma infraestrutura de campanha um tanto robusta quando os estados mantêm as convenções nas quais os delegados são escolhidos. Portanto, é um pouco menos provável que Buttigieg possa efetivamente negociar esses delegados.

Um dos maiores efeitos que Buttigieg e Klobuchar têm sobre os delegados, Putnam argumenta, é que, permanecendo tecnicamente na corrida, eles negam a realocação de seus delegados para Sanders.

Supondo que a convenção passe por várias rodadas de votação sem que um candidato receba a maioria dos delegados, Buttigieg, Klobuchar e outros candidatos suspensos podem incentivar seus delegados a votar em um candidato em particular (Biden, para os dois primeiros), mas essa solicitação é menos parecida com um pai insistindo que umadolescente pare de fumar do que como um adulto aleatório que passa e grita com adolescentes fumando em um parque (apenas para estender essa analogia em particular). O peso é limitado.

Putnam observa que não estamos falando de muitos delegados aqui de qualquer maneira. Se a indicação democrata se reduzir a uma margem de 20 delegados entre Sanders e Biden, esses cálculos e as decisões dos próprios delegados se tornarão difíceis. É mais provável que os superdelegados não combinados sejam o fator determinante.

O partido decide, por assim dizer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.