O que os EUA dizem da vida sexual de Hitler

Adolf Hitler era um pervertido, um sadomasoquista com uma vida sexual desastrosa e um homem cheio de complexos, segundo a descrição que os espiões norte-americanos fizeram do líder nazista em seus informes secretos.A confirmação das tendências sexuais do "fuehrer" está sendo possível graças a um dos vários documentos sobre o nazismo em poder da CIA. O informe, com 68 páginas, realizado em 3 de dezembro de 1942 pelo Office of Strategic Studies (OSS) - o antecessor da agência de inteligência dos EUA -, figura entre os milhares de arquivos que a CIA começou a liberar nas últimas semanas. Muitas páginas do documento estão agora disponíveis através da Internet, graças ao site thesmokinggun.Com, especializado na publicação de documentos originais. Ao analisar a vida sexual de Hitler, a OSS chegou à conclusão de que o líder nazista era, em 1942, um homem "com toda probabilidade (...) de ainda ser virgem". A fonte principal do informe da OSS parece ter sido Ernest Franz Sedgwick Hanfstaengl, amigo de Hitler, que em 1937 terminou em uma prisão canadense depois de ter abandonado a Alemanha.Em 1942, Sedgwick obteve o perdão do presidente Franklin D. Roosevelt e deu a conhecer os detalhes íntimos do "fuehrer" à OSS. No informe, os espiões analisam os anos da vida de Hitler em Viena e suas primeiras experiências sexuais, entre elas a "provável infecção de uma doença venérea com uma prostituta judia". Segundo a OSS, nesses anos são notadas as tendências homossexuais e as perversões do tipo sadomasoquista de Hitler. "Sua vida sexual é dúbia como sua visão política: ao mesmo tempo um homossexual e um heterossexual, um socialista e um fervente nacionalista, um homem e uma mulher", escreveu a OSS. Analisando "a satisfação estética pelos jovens", sua preferência pelas duplas de prostitutas e sua tendência a ser um espectador nas relações sexuais, os analistas concluíram que para o "fuehrer" há "obstáculos psicológicos que tornam impossível uma satisfação sexual real e completa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.