AFP PHOTO / Nicholas Kamm
AFP PHOTO / Nicholas Kamm

O que você precisa saber sobre o discurso do Estado da União nos EUA

Donald Trump fará nesta noite o discurso do Estado da União, o mais tradicional dos presidentes americanos

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2019 | 16h39

O discurso estava programado para ser feito no dia 29, mas a presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi, retirou o convite alegando problemas com segurança em razão da paralisação do governo americano. Essa será a primeira vez que Trump falará à Câmara agora controlada pelos democratas, que reconquistaram a maioria nas últimas eleições de meio de mandato. O discurso acontece em meio a uma longa batalha entre democratas e republicanos sobre o orçamento, no qual Trump não abre mão do financiamento de um muro na fronteira com o México, algo que os democratas discordam. Saiba mais sobre o discurso e a cerimônia: 

Quando será o discurso do Estado da União em 2019? 

Trump fará o discurso do Estado da União deste ano a uma sessão conjunta do Congresso na noite desta terça-feira, 5. 

Que horas será o discurso? 

O discurso está marcado para começar às 21h (local, meia-noite de Brasília) 

Onde posso assistir ao Discurso do Estado da União? 

É possível assistir ao discurso do Estado da União pelo canal oficial da Casa Branca no Youtube

O que o discurso do presidente Trump deverá abordar? 

Assessores do presidente anteciparam a repórteres que a fala deverá fazer um chamado ao bipartidarismo, segundo o Washington Post. "Em seu terceiro discurso em horário nobre feito por Trump na Câmara, Trump pedirá ao Congresso que trabalhe com ele em iniciativas de  infraestrutura e saúde, ao mesmo tempo reafirmando sua estratégia para endurecer com a imigração, confrontar a China no comércio e intervir ativamente na agitação política na Venezuela", segundo assessores. 

Quem se sentará ao lado da primeira-dama? 

Tradicionalmente, convidados a ficar na área da primeira-dama são pessoas que exemplificam as políticas que o presidente destacará em sua fala. Os convidados foram anunciados na noite de segunda-feira e incluíam um menino de 11 anos que diz sofrer bullying por causa de seu sobrenome: Trump. Outros convidados anunciados pela Casa Branca incluem Grace Eline, uma menina de 9 anos diagnosticada com um tumor no cérebro. Saiba mais sobre os convidados

Os membros do Congresso também têm convidados? Quem são eles? 

Como o presidente, os congressistas também têm convidados para assistir ao discurso do Estado da União para emitir uma mensagem sobre algum tema. Vários o farão este ano. Por exemplo, a deputada Bonnie Watson Coleman convidou Victorina Morales, uma trabalhadora sem documentos que recentemente trabalhou no clube de golfe de Trump em Bedminster, em New Jersey, e saiu quando ela tornou público seu status imigratório. 

Quem é o 'designated survivor'?

A cada ano, um integrante do gabinete americano não participa do discurso e é levado para um local seguro, caso haja um evento de desastre ou ataque contra o presidente e seu gabinete no momento do pronunciamento. Porque os líderes mais poderosos da nação, incluindo presidente, vice-presidente e outros na linha de sucessão presidencial,  estarão reunidos em um único lugar, algumas precauções são tomadas para garantir que no caso de uma catástrofe, haja ao menos um membro do governo sobrevivente que possa assumir a liderança do país. Ele recebe o nome de 'designated survivor' (sobrevivente designado, na tradução livre). O protocolo passou a ser adotado durante a Guerra Fria. A identidade do sobrevivente é revelada apenas algumas horas antes do discurso. 

Quem fará o discurso de resposta dos democratas? 

Stacey Abrams, que quase venceu a eleição para governadora do Estado da Geórgia em novembro e é considerada uma das estrelas do Partido Democrata, fará o discurso de resposta do partido. 

Quem fará o discurso de resposta democrata em espanhol? 

O procurador-geral do Estado da Califórnia, Xavier Becerra, um ex-líder da liderança democrata, fará o discurso em espanhol. 

Qual é a história do discurso do Estado da União? 

A justificativa constitucional para o discurso do Estado da União vem do Artigo II da Constituição que afirma que o presidente "deve, de vez em quando, dar ao Congresso informação sobre o Estado da União e recomentar à sua consideração as medidas que ele julgar necessárias e convenientes". 

O discurso não havia se tornado uma tradição anual até a presidência de Woodrow Wilson, que em 1913 fez um discurso para o Congresso sobre tarifas. Na época, foi considerada uma atitude altamente controversa. A ideia de Wilson foi seguida pelos presidentes seguintes, alguns dos quais o fizeram por rádio, até que Harry Truman fez o primeiro pela televisão. / W. POST

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.