O texto da carta do Iraque à ONU

Veja a íntegra da carta enviada pelo ministro das Relações Exteriores do Iraque,Naji Sabri, ao secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan:"Caro secretário-geral,"Eu tive a honra de participar da série de discussões entre Vossa Excelência e o Governo da República do Iraque sobre a implementação das relevantes resoluções do Conselho de Segurançasobre a questão do Iraque ocorrida em 7 de março e 2 de maio em Nova York e em 4 de julho de 2002 em Viena, assim como das negociações realizadas em seu gabinete em Nova York em 14 e 15de setembro de 2002, com participação do secretário-geral da Liga dos Estados Árabes."Tenho o prazer de informar-lhe sobre a decisão do Governo da República do Iraque de permitir o retorno dos inspetores de armas das Nações Unidas ao Iraque sem a imposição de condições."O Governo da República do Iraque respondeu, com esta decisão a seu apelo, ao apelo do secretário-geral da Liga dos Estados Árabes, assim como ao apelo de nações árabes e islâmicas e outros países amigos."O Governo da República do Iraque baseou sua decisão concernente ao retorno dos inspetores em seu desejo de concluir a implementação de resoluções relevantes do Conselho deSegurança e acabar com qualquer dúvida de que o Iraque ainda possua armas de destruição em massa. Esta decisão também tem como base sua declaração à Assembléia Geral em 12 de setembro de2002 de que a decisão do Governo da República do Iraque é um primeiro passo indispensável rumo a uma certificação de que o Iraque não mais possui armas de destruição em massa e, igualmente importante, rumo a uma solução compreensível queinclua o levantamento das sanções impostas ao Iraque e a implementação de outras provisões das relevantes resoluções do Conselho de Segurança no momento ideal, inclusive a resolução687 (1991)."Para este fim, o Governo da República do Iraque está pronto para discutir os detalhes práticos necessários para a retomada imediata das inspeções."Neste contexto, o Governo da República do Iraque reitera a importância do compromisso de que todos os Estados Membros do Conselho de Segurança e as Nações Unidas respeitem a soberania, a integridade territorial e a independência política do Iraque, como estipulado nas relevantes resoluções Conselho de Segurançae no artigo (II) da Carta das Nações Unidas."Eu ficaria grato se o senhor submetesse esta carta à atenção dos membros do Conselho de Segurança."Por favor, senhor secretário-geral, aceite a garantia de minha grande consideração."Dr. Naji Sabri"Ministro das Relações Exteriores"República do Iraque"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.