Obama aceita debater na ONU proposta sobre Síria

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aceitou debater no Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) uma proposta da Rússia para assegurar o controle internacional das armas químicas presentes na Síria, afirmou nesta terça-feira uma fonte na Casa Branca.

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 12h33

A proposta russa foi analisada hoje por Obama, pelo presidente da França, François Hollande, e pelo primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, detalhou a fonte norte-americana.

Ontem, Obama qualificou a proposta russa como um "avanço potencial", mas declarou-se cético quanto a sua implementação.

Hoje, o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, disse que o país apresentará uma proposta de resolução no CS da ONU com o propósito de obrigar a Síria a tornar público seu programa de armas químicas, colocá-lo sob controle internacional e desmantelá-lo. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAObamaSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.