Obama: acordo nuclear abriria 'possibilidades' ao Irã

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse que um acordo nuclear pode abrir "novas possibilidades e prosperidade" para o Irã e o povo iraniano. Embora as negociações sobre o programa nuclear do país ainda estejam em andamento, o governo Obama emitiu nesta quinta-feira uma resolução permitindo que instituições acadêmicas dos Estados Unidos operem programas de intercâmbio com universidades iranianas.

AE, Agência Estado

20 de março de 2014 | 15h25

O anúncio ocorreu na sequência do comentário gravado por Obama para uma mensagem anual aos iranianos com felicitações pelo ano novo persa, Nowruz. A mensagem deste ano coincide com as negociações nucleares entre EUA, Irã e cinco outras potências mundiais. Obama afirmou que chegar a um acordo nuclear final "será difícil". Mas ele disse estar comprometido com a diplomacia porque acredita que há uma base para uma "solução prática" para a disputa nuclear.

O presidente disse que o Irã irá manter o acesso à "energia nuclear pacífica"

sob um acordo final. Ele salientou que um acordo também significaria mais crescimento econômico e empregos para os iranianos.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, em sua própria mensagem de Nowruz, disse esperar que o povo do Irã consiga "alcançar as suas aspirações" no novo ano. Ele saudou, especialmente, a perspectiva de mais intercâmbios educacionais entre os EUA e o Irã, dizendo que isso "reafirmará nossa convicção de que o fortalecimento dos laços culturais e acadêmicos entre os dois países beneficia os dois povos. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.