Obama acusa Clinton de campanha negativa

O pré-candidato democrata à presidênciados Estados Unidos Barack Obama acusou sua rival, HillaryClinton, neste sábado, de mudança de posições e de promover umacampanha negativa, enquanto os dois candidatos passam pelaPensilvânia antes da votação da próxima semana que pode serdecisiva. Obama, um senador de Illinois que está na frente na corridainterna do partido, mas atrás na Pensilvânia, espera umaperturbação que o faça vencer a nomeação democrata contraHillary Clinton, senadora de Nova York, para enfrentar ocandidato Republicano John McCain nas eleições para apresidência em novembro. Ele disse que a ex-primeira-dama adotou uma atitude de"jogar o que for em Barack, falso ou verdadeiro, exagerado ouirrelevante, porque isso, de acordo com a senadora Clinton, é oque os republicanos vão fazer". "O que acontece é que a senadora Clinton internalizoumuitas estratégias, as táticas que fizeram de Washington umlugar tão miserável, onde tudo o que fazemos é intrigas e tudoo que fazemos é brigar", disse ele em um discurso em Paoli, naPensilvânia, um subúrbio da Filadélfia. Seus comentários vieram após um debate de televisão naquarta-feira que enfocou assuntos como o relacionamento deObama com o seu polêmico ex-pastor, suas afirmações sobreeleitores de cidades pequenas e o fato de não usar um brochedurante o debate. Clinton tem visto sua vantagem sobre Obama na Pensilvâniadiminuir, mas uma pesquisa diária Gallup revelou no sábado umapequena vantagem da senadora entre os democratas nacionalmente,o que a colocou pela primeira vez à frente do rival nesteranking desde meados de março. Clinton, que disse que Obama não agüentaria a pressão docargo após reclamar de perguntas durante o debate, retomou otema no sábado. "Quando você vai para eleições e para a Casa Branca, oestresse e as pressões das eleições e do trabalho sãoimpressionantes", disse ela em um discurso de campanha em WestChester, outro subúrbio da Filadélfia. (Reportagem adicional e texto de Jeff Mason)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.