Obama acusa Irã de apoiar ditadura na Síria

O presidente dos EUA, Barack Obama, acusou o Irã nesta terça-feira de ajudar a manter a ditadura no poder na Síria e disse que chegou o momento de isolar aqueles que fizeram do ódio aos Estados Unidos, a Israel e ao Ocidente seu princípio político central.

Reuters

25 de setembro de 2012 | 11h53

"Enquanto restringem os direitos de seu próprio povo, o governo iraniano apoia o ditador em Damasco e grupos terroristas no exterior", disse Obama à Assembleia-Geral da ONU, em uma referência ao presidente Bashar al-Assad.

"Nós declaramos mais uma vez que o regime de Bashar al-Assad deve acabar para que o sofrimento do povo sírio possa terminar, e um novo horizonte possa surgir."

(Reportagem de Matt Spetalnick)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUOBAMAIRADISCURSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.