KEVIN LAMARQUE/REUTERS
KEVIN LAMARQUE/REUTERS

Obama anuncia hoje novas linhas do plano para combater o EI

Discurso do presidente americano deve incluir discussões sobre ataques aéreos expandidos no Iraque e na Síria

O Estado de S. Paulo

10 de setembro de 2014 | 16h14


WASHINGTON - Na véspera do aniversário de 13 anos dos atentados de 11 de setembro, o presidente dos EUA, Barack Obama, anuncia em Washington as linhas gerais do plano para combater o grupo extremista Estado Islâmico (EI), que controla grandes áreas territoriais no Iraque e na Síria.

Os secretários de Estado e da Defesa americanos já estão no Oriente Médio alinhando parcerias com os aliados na região para participar ou colaborar com a coalizão internacional que pretende destruir os militantes islamitas.

O discurso deve incluir discussões sobre ataques aéreos expandidos no Iraque e talvez na Síria, maior assistência às forças nos dois países que combatem o EI e a ajuda de uma coalizão de outros países que se opõem ao grupo radical.

Obama "buscará uma estratégia ampla para degradar e finalmente destruir o EI, incluindo ação militar americana e apoio às forças que combatem o EI no terreno - ambos de oposição na Síria e um novo governo, mais inclusivo, no Iraque", segundo comunicado emitido pela Casa Branca. / AP e NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.