Obama anunciará saída do Iraque sem declarar vitória

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciará na noite de hoje o fim das operações de combate do exército norte-americano no Iraque sem declarar vitória, segundo trechos de um discurso adiantados à imprensa por funcionários da Casa Branca.

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 20h01

"Esta noite eu anuncio que a missão norte-americana de combate no Iraque terminou, a Operação Liberdade Iraquiana acabou e o povo iraquiano agora carrega a responsabilidade pela segurança em seu país", dirá Obama no discurso a ser proferido a partir das 20 horas locais de hoje (21 horas em Brasília) a partir do Salão Oval da Casa Branca.

"O fim desta guerra não é apenas do interesse do Iraque, mas também do nosso". "Chegou a hora de virar a página", prosseguirá o presidente norte-americano. Pouco menos de 50 mil soldados norte-americanos permanecerão no Iraque a partir de agora.

Desde a invasão, ordenada por George W. Bush em março de 2003 sob o pretexto de buscar armas de destruição em massa que nunca vieram a ser encontradas, mais de 100 mil soldados norte-americanos deixaram o país árabe. Mais de 4.400 soldados norte-americanos morreram em sete anos de conflito. Segundo dados documentados pelo site Iraq Body Count, o conflito também tirou a vida de cerca de 100 mil civis iraquianos. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
guerraIraquediscursoObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.