Obama assume erro por comentário sobre eleitores 'ressentidos'

Pré-candidato lamenta ter dito que eleitorado de cidades pequenas se "apegam às armas ou à religião"

REUTERS

12 de abril de 2008 | 13h16

O pré-candidato democrata à Presidência dos EUA, Barack Obama, disse ter errado no modo como se expressou sobre os eleitores de pequenas cidades dos EUA. O senador foi classificado como elitista por seus adversários ao descrever os eleitores de cidades menores como pessoas que se "apegam às armas ou à religião".   Veja também:   Confira a disputa em cada Estado   Conheça a trajetória dos candidatos   Cobertura completa das eleições nos EUA    O democrata foi acusado por sua adversária do mesmo partido, Hillary Clinton, e pelo candidato republicano, John McCain, de possuir uma visão condescendente sobre os eleitores mais pobres em uma declaração filmada durante um evento de arrecadação de fundos na Pensilvânia no último final de semana. No vídeo, Obama diz que esse tipo de eleitor é "ressentido" por conta da perda de emprego e de outros problemas econômicos, então "se apega às armas ou à religião ou à antipatia em relação a pessoas que não são como eles ou a sentimentos anti-imigrantes ou anti-mercado como forma de explicar suas frustrações". Durante campanha em Muncie, o democrata afirmou nesta sábado que sua descrição foi desajeitada e não refletia o que ele tinha em mente. "Eu não falei tão bem como eu deveria", disse Obama. O pré-candidato defendeu que muitos eleitores realmente estavam descontentes com a economia e que, "quando você está insatisfeito, apela para aquilo com o que você pode contar". Obama afirmou, no entanto, que não teve intenção de mostrar isso como algo ruim. O democrata lidera em número de delegados a disputa com Hillary para concorrer à Casa Branca, mas está atrás de sua rival nas pesquisas na Pensilvânia.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições nos EUABarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.