Obama cancela eventos para visitar avó doente no Havaí

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Barack Obama, cancelou todos seus eventos de campanha na quinta-feira e na segunda-feira para visitar sua avó no Havaí. Madelyn Payne Dunham, de 85 anos, está gravemente doente, informou ontem Robert Gibbs, um porta-voz de Obama. Madelyn ajudou a criar o hoje candidato à Casa Branca. Segundo o porta-voz, ela foi liberada do hospital em que estava no Havaí na semana passada, porém sua saúde piorou "a um ponto em que sua situação é bastante grave". Eventos originalmente planejados para Madison, Wisconsin, e Des Moines, Iowa, na quinta-feira, serão substituídos por um em Indianápolis. Na sexta-feira, a mulher de Obama, Michelle, "substituirá" o candidato em Akron e Columbus, em Ohio, segundo uma porta-voz da campanha, Jen Psaki. Obama deve retomar a campanha no sábado, em uma localidade ainda não determinada no oeste do país."A avó do senador Obama, Madelyn Dunham, sempre foi uma das figuras mais importantes na vida dele, junto com sua mulher e seu avô", disse Gibbs. "Recentemente sua avó adoeceu e nas últimas semanas sua saúde piorou a um ponto em que sua situação é bastante séria. É por essa razão que o senador Obama decidiu mudar seu cronograma na quinta-feira e na sexta-feira para que possa passar um tempo com ela." A última visita de Obama ao Havaí ocorreu em agosto, logo após ele ter conseguido derrotar a senadora Hillary Clinton em uma dura disputa pela indicação democrata à presidência.Na agenda de hoje, duas semanas antes das eleições de 4 de novembro, Obama tem um encontro de trabalho com governadores democratas na Flórida. Um dos Estados considerados cruciais na disputa é a própria Flórida, onde uma vitória poderia impulsionar o Partido Democrata a derrotar os republicanos e seu candidato, John McCain. Já o candidato republicano, McCain realiza hoje campanha na Pennsylvania.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.