Obama chama valor de resgate aos mercados de 'assombroso'

O candidato doPartido Democrata à Casa Branca, Barack Obama, chamou de"assombroso" os 700 bilhões de dólares planejados para resgataro mercado financeiro, após a crise da semana passada. Ele disse que um acordo final tem de proteger oscontribuintes e prever nova regulamentação para o setor. Num comício em Charlotte, na Carolina do Norte, Obamaculpou as políticas econômicas republicanas pelas crise em WallStreet. "Estamos vendo agora os resultados desastrosos dessafilosofia", afirmou Obama a cerca de 20 mil pessoas. "E osenador (John) McCain (candidato republicano à Casa Branca),que admitiu há pouco tempo não saber tanto de economia quantodeveria, quer continuar pelo mesmo caminho." A negociações sobre o resgate de inéditos 700 bilhõesdólares começaram neste domingo entre o Congresso e o governodo presidente George W. Bush. O Tesouro compraria das instituições financeiras dívidasque elas não esperam mais receber, relacionadas a empréstimospara a compra de imóveis, para, assim, tentar domar asturbulências financeiras. "O governo Bush ofereceu até agora somente uma idéia com umpreço assombroso, não um plano. Mesmo que o Tesouro recupereparte do investimento, 700 bilhões de dólares é sério demais",afirmou Obama. "E para ter o apoio do povo, temos que estar asseguradosque esse acordo vai trazer transparência e reformas", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.