Obama chega à Jordânia para reunir-se com Abdullah II

A guerra civil na Síria e a travessia de centenas de milhares de refugiados pela fronteira com a Jordânia devem ser o foco principal das conversas entre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o rei Abdullah II.

AE, Agência Estado

22 de março de 2013 | 13h34

Obama desembarcou em Amã nesta sexta-feira, procedente de Israel. A visita à Jordânia é a última escala de um giro de quatro dias do presidente norte-americano pelo Oriente Médio.

Mais de 400 mil pessoas cruzaram a fronteira com a Jordânia para fugir da guerra civil iniciada há dois anos na Síria, lotando campos de refugiados e sobrecarregando as agências assistenciais que operam em solo jordaniano.

Ao longo dos últimos meses, Abdullah II tem externado preocupação com a possibilidade de grupos extremistas estabelecerem em seu território uma base regional.

Acredita-se que Obama também buscará incentivar reformas no governo jordaniano. O objetivo é impedir que ocorra na Jordânia revoltas como as que derrubaram governos na Tunísia, no Egito e na Líbia nos últimos dois anos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
JordâniaObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.