Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Obama convova reunião sobre mudanças climáticas

Representantes das maiores economias do mundo foram convidados para reunião no final de abril, em Washington.

BBC Brasil, BBC

28 de março de 2009 | 22h45

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, convidou representantes das 16 maiores economias do mundo, entre elas o Brasil, para um Fórum sobre Energia e Clima a ser realizado em Washington nos dias 27 e 28 de abril.

Segundo a Casa Branca, o encontro vai discutir medidas para aumentar a oferta de energia limpa e reduzir as emissões de gases causadores do efeito estufa.

Um segundo encontro deverá ocorrer em julho, na Itália.

O fórum também deverá ter a participação do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e tem o objetivo de ajudar a alcançar um acordo sobre mudanças climáticas.

De acordo com um comunicado da Casa Branca, o encontro busca criar um diálogo entre as nações e "ajudar a gerar a liderança política necessária para alcançar um resultado bem-sucedido nas negociações das Nações Unidas sobre mudanças climáticas que ocorrerão em dezembro, em Copenhague".

A reunião na Dinamarca deverá buscar um acordo sobre mudanças climáticas para substituir o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

Neste domingo, representantes de 190 países deverão participar na cidade alemã de Bonn de um encontro para discutir um novo acordo sobre redução de emissões de gases causadores do efeito estufa.

O anúncio do fórum em Washington foi feito no momento em que milhões de pessoas ao redor do mundo participaram da Hora do Planeta, campanha mundial em que as luzes foram apagadas durante uma hora para alertar sobre a necessidade de combater as mudanças climáticas. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.