Shawn Thew/EFE
Shawn Thew/EFE

Obama cria fundo para fortalecer combate ao terrorismo

Em um discurso no qual defendeu limites à intervenção militar americana no mundo, o presidente Barack Obama anunciou na manhã desta quarta-feira a criação de um fundo de US$ 5 bilhões para fortalecer a capacidade de governos e "parceiros" no Oriente Médio e no norte da África de combater o terrorismo, apresentado por ele como a maior ameaça global a seu país.

CLÁUDIA TREVISAN, CORRESPONDENTE, Agência Estado

28 Maio 2014 | 12h13

Obama também disse que pretende ampliar o apoio aos rebeldes sírios moderados, não apenas em sua luta contra Bashar Assad, mas também no enfrentamento de grupos extremistas que combatem o regime. Parte do fundo será destinado aos países vizinhos da Síria, que receberam cerca de 9 milhões de refugiados desde o início da guerra civil no país, há pouco mais de três anos.

"Dizer que nós temos um interesse em buscar a paz e a liberdade além de nossas fronteiras não significa que cada problema tem uma solução militar", disse o presidente em discurso a formandos da Academia Militar de West Point, no qual delineou sua nova política externa. "Desde a Segunda Guerra Mundial, alguns de nossos erros mais custos vieram não de nossa contenção, mas de nossa disposição de entrar em aventuras militares, sem pensar em suas consequências."

Os desafios de hoje são distintos dos existentes na época dos ataques de 11 de setembro de 2001, afirmou. O mais premente deles é o surgimento descentralizado de filiais da Al-Qaeda em vários países, além do Afeganistão e Paquistão. Segundo ele, o combate a esses grupos não pode ser feito com ações militares diretas dos Estados Unidos. A saída é aumentar a capacidade de governos e ''parceiros'' de realizarem esse combate - o que justifica a criação do fundo de US$ 5 bilhões.

Mais conteúdo sobre:
EUA Obama Discurso Terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.