Obama e Merkel ameaçam a Rússia

Líderes dos EUA e da Alemanha dizem que haverá novas sanções de Moscou interferir em eleição

O Estado de S. Paulo,

02 Maio 2014 | 13h52

WASHINGTON -  O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeram nesta sexta-feira,2, durante pronunciamento conjunto na Casa Branca ampliar as sanções à Rússia caso Moscou tente perturbar as eleições do próximo dia 25 no país. 

"Se a Rússia perturbar as eleições deste mês, coordenaremos rapidamente passos adicionais, incluindo mais sanções à liderança russa", disse Obama em entrevista coletiva conjunta no Jardim da Casa Branca, após uma reunião de duas horas no Salão Oval.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.