Obama e Merkel ameaçam a Rússia

Líderes dos EUA e da Alemanha dizem que haverá novas sanções de Moscou interferir em eleição

O Estado de S. Paulo,

02 Maio 2014 | 13h52

WASHINGTON -  O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, prometeram nesta sexta-feira,2, durante pronunciamento conjunto na Casa Branca ampliar as sanções à Rússia caso Moscou tente perturbar as eleições do próximo dia 25 no país. 

"Se a Rússia perturbar as eleições deste mês, coordenaremos rapidamente passos adicionais, incluindo mais sanções à liderança russa", disse Obama em entrevista coletiva conjunta no Jardim da Casa Branca, após uma reunião de duas horas no Salão Oval.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.