Carolyn Kaster/AP
Carolyn Kaster/AP

Obama e Peña Nieto reafirmam parceria entre EUA e México

Presidente norte-americano parabenizou Enrique Peña Nieto e espera cooperação do novo governante

Gustavo Chacra, correspondente em Nova York,

02 de julho de 2012 | 18h48

NOVA YORK - A administração de Barack Obama, apesar da cautela, parabenizou Enrique Peña Nieto por sua vitória nas eleições presidenciais do México e frisou que espera uma cooperação do novo governante no combate à criminalidade. Analistas também não vêem tantos problemas no retorno do PRI ao poder, afirmando que o cenário de hoje não é o mesmo de 12 anos atrás.

Veja também:

link Peña Nieto pede reconciliação nacional

link Peña Nieto reforça promessa de combate ao narcotráfico

Em comunicado, a Casa Branca afirmou que Obama telefonou para Peña Nieto "e os dois líderes reafirmaram a parceria bilateral que os EUA e o México desfrutam com base no respeito, responsabilidade mutua e profundas conexões entre os dois países". De acordo com a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland, o governo americano vai "continuar trabalhando com os mexicanos para enfrentar os desafios de organizações criminais transnacionais na atual administração de Peña Nieto".

O México, apesar de ser associado ao tráfico de drogas e à questão da imigração, alguns especialistas frisavam também a importância econômica da nação vizinha e se transformou no segundo maior mercado para as exportações dos EUA. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.