Obama e Putin devem se encontrar em eventos na China e Austrália

Chancelarias dos EUA e Rússia confirmaram presença dos líderes, mas disseram que não há nenhuma reunião planejada

Estadão Conteúdo

07 de novembro de 2014 | 20h04

O presidente russo Vladimir Putin poderá se encontrar com Barack Obama, dos Estados Unidos, para uma reunião informal durante eventos internacionais na próxima semana, informaram autoridades nesta sexta-feira, 7. Os dois participarão do Encontro de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico na China e, então, seguirão para a reunião do G-20 em Brisbane, na Austrália.

Segundo o conselheiro de Relações Exteriores de Putin, Yuri Ushakov, nenhum encontro formal estava na agenda dos presidentes, mas eles tinham uma "boa chance" de se encontrarem nos bastidores dos eventos. Ushakov ressaltou ainda que Putin não está evitando essa reunião.

Em Washington, a conselheira de Segurança Nacional da Casa Branca, Susan Rice, também disse que não há planos oficiais, mas que não se surpreenderia "se eles tivessem alguma comunicação informal".

O último encontro entre Obama e Putin ocorreu em junho, durante uma cerimônia na França pelo aniversário do dia D, da Segunda Guerra Mundial. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.