Obama e Putin discutem crises na Síria e na Ucrânia

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu que o presidente russo, Vladimir Putin, reduza as tensões com a Turquia, após as forças turcas derrubarem um jato turco na região da fronteira turca com a Síria.

Estadão Conteúdo

30 de novembro de 2015 | 14h09

Obama e Putin se encontraram rapidamente no intervalo dos encontros sobre o clima em Paris. A Casa Branca informou que Obama lamentou a morte do piloto russo no incidente.

De acordo com o governo norte-americano, Obama disse a Putin que o presidente sírio, Bashar al-Assad, deve deixar o poder, em uma transição para acabar com a guerra civil síria. Obama também pediu que a Rússia se concentre nos ataques aéreos na Síria contra militantes do Estado Islâmico, não em rebeldes que combatem Assad.

O Kremlin disse que tanto Obama como Putin afirmaram que há urgência por uma solução política na Síria, durante a reunião de 30 minutos. Os dois líderes também discutiram a implementação de um cessar-fogo na Ucrânia. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaPutindiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.