Obama e Putin discutem Ucrânia por telefone

Os presidentes dos Estados Unidos, Barack Obama, e da Rússia, Vladimir Putin, conversar por telefone durante cerca de uma hora nesta quinta-feira para discutir a situação na Ucrânia.

AE, Agência Estado

06 de março de 2014 | 21h40

De acordo com a Casa Branca, Obama disse a Putin considerar que a Rússia violou a soberania e a integridade territorial da Ucrânia e sugeriu uma solução negociada para a crise.

A conversa de hoje foi o primeiro contato direto entre os dois desde on sábado, quando forças russas assumiram o controle da Península da Crimeia sem dispararem nenhum tiro.

Como solução, segundo nota da Casa Branca, Obama sugeriu que os soldados russos retornem a suas bases na Crimeia, que Moscou e Kiev se engajem em negociações diretas e que monitores internacionais garantam a segurança dos russos étnicos que habitam a região. Fonte: Associated Press.

Putin, por sua vez, defendeu que as relações entre Rússia e EUA não devem ser "sacrificadas por desacordos por problemas internacionais pontuais", informou o Kremlin.

Mais cedo, o governo norte-americano anunciou que imporá restrições a vistos para autoridades russas e analisará possíveis sanções a Moscou. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAObamaPutinRússiaUcrânia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.