Dario Lopez-Mills/AP
Dario Lopez-Mills/AP

Obama e Raúl Castro conversaram por telefone antes da Cúpula das Américas

Segundo a Casa Branca, ligação aconteceu na quarta-feira; líderes devem se encontrar durante reunião no Panamá

O Estado de S. Paulo

10 de abril de 2015 | 11h16

CIDADE DO PANAMÁ - Os presidentes de Estados Unidos, Barack Obama, e Cuba, Raúl Castro, conversaram por telefone nesta semana, como preparativo para o histórico encontro dos dois líderes que deve acontecer na Cúpula das Américas, nesta sexta-feira e no sábado, no Panamá.

A ligação telefônica entre os dois foi realizada na quarta-feira, antes de Obama partir para a Jamaica para uma reunião bilateral, informou a Casa Branca. Tanto Obama quanto Raúl Castro chegaram na noite de quinta-feira ao Panamá, com minutos de diferença.


Desde de dezembro, quando anunciaram a retomada de laços diplomáticos entre os dois países, os líderes trabalham para a normalização das relações. Em outro sinal de aproximação, na madrugada desta sexta-feira o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, encontrou-se com o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, no encontro de mais alto nível entre representantes dos dois países nos últimos 50 anos. A reunião foi descrita por assessores de Kerry como longa e produtiva.

Também durante a Cúpula das Américas é esperado que Obama anuncie a retirada de Cuba das lista de países que patrocinam o terrorismo. Na quinta-feira, na Jamaica, o presidente dos EUA disse que o processo de revisão que poderia levar ao anúncio estava concluído, mas que ele ainda não havia tomado uma decisão.

"Não queremos ser prisioneiros do passado", afirmou Obama. "Quando algo não funciona por 50 anos, não tem porque continuar insistindo. Você deve tentar algo novo", afirmou o presidente, referindo-se às sanções imposta pelos EUA a ilha comunista nos anos 60. / AP 

Tudo o que sabemos sobre:
EUACubaCúpula das Américas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.