NYT
NYT

Obama e Raúl conversam por telefone sobre alívio de embargo e visita do papa

Eles também falaram sobre as relações diplomáticas recentemente restauradas e a próxima Assembleia-Geral da ONU, na qual ambos devem falar no dia 28

O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2015 | 18h42

HAVANA  - Os presidentes de Cuba, Raúl Castro, e dos Estados Unidos, Barack Obama, conversaram por telefone nesta sexta-feira, 18, sobre a visita do papa Francisco aos dois países a partir de sábado e novas regulamentações que aliviam o embargo comercial americano à ilha, informou o governo cubano.

Hoje, mais cedo, o governo Barack Obama anunciou o fim do limite para remessas de recursos de cubano-americanos a parentes na ilha, um dos principais motores do consumo e do financiamento dos pequenos negócios privados que surgem no país. Além disso, empresas americanas ganharam permissão para ter presença física em Cuba para desenvolver certas atividades e poderão realizar joint ventures com a estatal que provê serviços de internet e telecomunicações na ilha.

Os dois líderes também falaram sobre as relações diplomáticas recentemente restauradas entre os antigos inimigos da Guerra Fria e a próxima Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), na qual ambos os líderes devem falar no dia 28, segundo o comunicado do governo. / REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Cuba EUA Barack Obama Raúl Castro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.