Obama elogia acordo sobre Síria no Conselho de Segurança da ONU

Presidente disse estar esperançoso com as perspectivas sobre o fim de impasse diplomático

O Estado de S. Paulo,

27 de setembro de 2013 | 14h17

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, qualificou como uma "potencial grande vitória da comunidade internacional" o acordo fechado na quinta-feira, 26, para a aprovação de uma resolução no Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) destinada a eliminar os arsenais químicos da Síria.

O comentário de Obama foi feito no Salão Oval da Casa Branca, durante uma reunião com o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. Obama declarou-se "muito esperançoso com as perspectivas do que pode vir a ser alcançado".

A proposta de resolução exige que a Síria entregue seus arsenais químicos e garanta o acesso irrestrito de inspetores às armas. Caso a Síria descumpra os termos da resolução, o CS da ONU voltará a se reunir para aprovar uma nova resolução para impor sanções ou até mesmo desatar uma ação militar.

Obama aplaudiu o fato de a proposta de resolução ter força de lei, ser verificável e também aplicável. Ele disse ainda que sua ameaça de uso da força contra a Síria foi "fundamental" para o acordo e "sempre" preferiu a solução diplomática. / AP

 

TV Estadão: Não há futuro para Assad no poder, diz político libanês

 

Mais conteúdo sobre:
EUABarack ObamaSíria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.