Obama elogia aprovação da reforma da saúde

O presidente Barack Obama elogiou a aprovação, pela Câmara dos Representantes, do projeto de US$ 940 bilhões para reforma da saúde. "Esta legislação não consertará tudo que aflige nosso sistema de assistência médica", disse Obama numa entrevista coletiva no final da noite de domingo. "Mas ela nos leva decisivamente na direção correta."

AE-DOW JONES, Agencia Estado

22 de março de 2010 | 06h25

Agora, o Senado deve trabalhar sobre um projeto complementar à proposta geral, aprovada pela Câmara e enviada ao presidente. O projeto complementar faz uma série de mudanças na reforma, incluindo o aumento do valor dos subsídios ao seguro-saúde e a redução da incidência de um imposto sobre planos de assistência médica de alto custo.

Obama disse que espera que as táticas parlamentares não impeçam a rápida aprovação do projeto no Senado - um recado claro aos senadores republicanos, que podem tentar se abster da discussão das medidas. "É hora de encerrar este debate e começar o difícil trabalho de implementar esta reforma adequadamente em respeito ao povo americano", disse Obama. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAreformasaúdeObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.