Obama envia Hillary ao Oriente Médio para conter crise

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, enviou a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, para o Oriente Médio nesta terça-feira, no momento em que os EUA buscam urgentemente conter o sangrento confronto entre Israel e Hamas. Hillary partiu rapidamente para a região a partir do Camboja, onde ela se juntou a Obama para reuniões de cúpula com líderes asiáticos.

AE, Agência Estado

20 de novembro de 2012 | 11h13

A Casa Branca informou que Hillary vai fazer três paradas, encontrando-se com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Jerusalém, com autoridades palestinas em Ramallah, na Cisjordânia, e com líderes egípcios no Cairo. Hillary deve chegar a Israel nesta terça-feira à noite e voltar a Washington na noite de quarta-feira ou no início da quinta-feira após realizar as três paradas.

A viagem de Hillary marca o engajamento mais enérgico do governo Obama no conflito que dura uma semana e que já deixou mais de cem palestinos e três israelenses mortos, com centenas de feridos. Embora os EUA apoiem o direito de Israel de se defender contra os foguetes lançados de Gaza, o governo Obama advertiu seus aliados contra uma incursão por terra, o que aumentaria a violência e poderia dramaticamente elevar as vítimas de ambos os lados. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAGazaObamaHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.