Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Obama escolhe emissora de TV árabe para 1ª entrevista

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, escolheu uma emissora de televisão árabe para sua primeira entrevista exclusiva desde que assumiu a Casa Branca. A entrevista mostra o comprometimento de Obama com a melhoria das relações com o mundo muçulmano, prejudicadas na administração do ex-presidente George W. Bush."Meu trabalho no mundo muçulmano é comunicar que os americanos não são seu inimigo", disse Obama à emissora por satélite Al-Arabiya, sediada em Dubai e propriedade de um saudita.Obama afirmou que os EUA cometeram erros no passado, mas que não há razão para não se restaurar "o mesmo respeito e parceria que a América teve com o mundo muçulmano tão recentemente como 20 ou 30 anos atrás".O presidente demonstrou a intenção de se engajar imediatamente no Oriente Médio. Seu novo enviado para a região, o ex-senador George Mitchell, deve chegar ao Egito nesta terça-feira para uma visita em que passará por Israel, pela Cisjordânia, pela Jordânia, Turquia e Arábia Saudita.As guerras lançadas por Bush no Iraque e no Afeganistão prejudicaram as relações do país com o mundo muçulmano. Obama pediu por uma nova parceria com essa parte da população mundial, "baseada no respeito mútuo e interesse mútuo". Ele falou sobre sua infância na Indonésia, mais populosa nação muçulmana do mundo, e lembrou que tem parentes muçulmanos.O presidente reiterou a aliança dos EUA com Israel e o direito desse país de se defender. Mas sugeriu que tanto os israelenses como os palestinos têm escolhas difíceis a fazer e falou sobre a importância do surgimento de um Estado palestino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.