Obama escolhe novo chefe para as Forças Armadas

General Martin Dempsey, um veterano da guerra do Iraque, irá suceder o almirante Mike Mullen

Agência Estado

30 de maio de 2011 | 13h40

Obama fez o anúncio na Casa Branca, ao lado de Dempsey

     

WASHINGTON - O presidente Barack Obama anunciou nesta segunda-feira, 30, o general Martin Dempsey para suceder o almirante Mike Mullen como chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, concluindo as trocas na segurança nacional em seu terceiro ano de mandato.

O general James Cartwright era considerado o favorito de Obama e o presidente destacou sua atuação durante o anúncio feito hoje na Casa Branca. Mas o presidente escolheu Dempsey, um veterano da guerra do Iraque, para ser o sucessor de Mullen. Obama disse que Dempsey é "um dos mais respeitados e experimentados generais de nosso país".

O presidente também anunciou o almirante da Marinha James Winnefeld para suceder James Cartwright como vice-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas. As nomeações foram aprovadas pelo Senado e Obama disse esperar que elas possam acontecer em tempo hábil.

O presidente disse que os militares dos Estados Unidos são "os melhores que nosso país tem a oferecer e eles merecem nada mais do que o melhor, o que isso inclui líderes". O presidente já havia decidido transferir o diretor da agência de inteligência CIA, Leon Panetta, para o Pentágono como secretário da Defesa e escolhido o comandante da guerra no Afeganistão, general David Petraeus, para substituir Panetta na CIA. Eles também terão de ser aprovados pelo Senado.

 

As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaEUAchefeForças Armadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.