Obama exalta 'coragem' de manifestantes no Irã

Em claro apoio aos protestos da oposição no Irã, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou ontem ter "esperança e expectativa" de ver no povo iraniano a "coragem" de se manifestar em favor de um "governo mais representativo" e de seu direito à liberdade.

AE, Agência Estado

16 de fevereiro de 2011 | 07h56

Na opinião de Obama, é perfeitamente possível ocorrer no Irã a mesma manifestação popular vista no Egito nas últimas semanas. Mas, cauteloso, o líder declarou que o apoio moral é a única forma de contribuição dos EUA aos manifestantes do Irã.

"Nós fomos claros e somos claros agora ao dizer: o que é verdade para o Egito pode ser verdade para o Irã. As pessoas podem ser capazes de expressar suas opiniões e reivindicações e de buscar um governo mais representativo", afirmou, durante cerimônia de entrega da Medalha da Liberdade. "O que pode ser diferente é a resposta do governo iraniano: de atirar, bater e prender as pessoas."

Muito questionado sobre o tema, Obama disse ter sido "irônica" e incoerente a repressão das autoridades do Irã aos manifestantes, na segunda-feira, depois de o governo de Mahmoud Ahmadinejad ter apoiado e celebrado o movimento egípcio. "Demos uma mensagem forte aos nossos aliados no Oriente Médio, para eles olharem o Egito como exemplo oposto ao do Irã." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãprotestosEUAObamaapoio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.