Ko Sasaki/The New York Times
Ko Sasaki/The New York Times

Obama fará visita histórica à cidade japonesa de Hiroshima, anuncia Casa Branca

Presidente dos EUA será o primeiro em exercício a visitar a região, atacada por uma bomba atômica lançada pelos americanos em agosto de 1945

O Estado de S. Paulo

10 Maio 2016 | 11h35

WASHINGTON - Barack Obama será o primeiro presidente dos EUA em exercício a visitar a cidade japonesa de Hiroshima, onde seu país lançou a primeira bomba atômica da história, durante uma viagem que fará no final deste mês por Japão e Vietnã, anunciou a Casa Branca nesta terça-feira, 10.

O secretário de Estado americano, John Kerry, visitou Hiroshima em abril para homenagear as vítimas da bomba atômica lançada pelos EUA na cidade durante a 2ª Guerra Mundial. Essa foi a a primeira homenagem de um alto cargo de Washington aos mortos durante o episódio.

A visita de Obama a Hiroshima está agendada para o dia 27 de maio, junto ao primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, com o objetivo de ilustrar "seu compromisso de buscar a paz e a segurança de um mundo sem armas nucleares", explica em comunicado o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

Em artigo na plataforma de blogs Medium, o assessor adjunto de segurança nacional de Obama, Ben Rhodes, afirma que a Casa Branca acredita ser "o momento adequado" para uma visita do presidente a Hiroshima e ao Parque da Paz, dedicado às vítimas da bomba atômica.

"Obama não revisará a decisão dos EUA de usar a bomba atômica no final da 2ª Guerra Mundial, mas oferecerá uma visão de futuro", diz Rhodes.

Segundo os americanos, o lançamento da bomba é obviamente uma tragédia, mas também teria evitado muitas mortes por ter apressado o fim da 2ª Guerra (1939-45).

Hiroshima foi alvo do primeiro bombardeio atômico da história, realizado por aviões americanos no dia 6 de agosto de 1945. Além disso, os EUA lançaram uma segunda bomba atômica sobre a cidade de Nagasaki, no sudoeste do arquipélago japonês, em 9 de agosto de 1945, o que forçou a rendição do Japão seis dias depois e colocou um fim à 2ª Guerra.

Cerca de 70% dos japoneses querem que Obama visite Hiroshima, segundo uma pesquisa realizada pela rede de televisão pública japonesa NHK divulgada nesta terça-feira.

Obama visitará entre os dias 21 e 28 de maio Vietnã e Japão, onde comparecerá à cúpula de países do G7 que acontecerá nos dias 26 e 27 de maio no parque natural Ise-Shima. /EFE e Dow Jones Newswires

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.