Obama faz visita-surpresa ao Iraque

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, realiza hoje uma visita-surpresa ao Iraque. Esta é a primeira vez que Obama vai ao país desde sua posse, há três meses. Obama desembarcou no Iraque horas depois de a explosão de um carro-bomba num bairro xiita de Bagdá ter deixado nove mortos e 18 feridos, um lembrete de uma guerra na qual já morreram mais de 4.200 soldados americanos. Durante sua breve estada no Iraque, Obama visitará soldados americanos, se reunirá com o general Raymond Odierno, comandante das forças dos EUA no país, e conversará com o primeiro-ministro e o presidente do Iraque, Nuri al-Maliki e Jalal Talabani, respectivamente.

AE, Agencia Estado

07 de abril de 2009 | 11h22

A viagem ocorre no fechamento de uma extensa viagem ao exterior que levou Obama à cúpula do Grupo dos 20 (G-20, que reúne as nações mais industrializadas e as principais potências emergentes do mundo) em Londres, à reunião da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na França e na Alemanha e também à Turquia. Pouco antes de deixar a Turquia, o presidente americano destacou o Iraque como um exemplo de mudança que ele busca realizar nas políticas herdadas de George W. Bush. Durante a campanha presidencial, Obama declarou-se contrário à guerra no Iraque e prometeu retirar as tropas americanas do país. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueObamavisita-surpresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.