Obama ganha briga por novos eleitores em Estados-chave

Aumento do registro de votantes na Flórida e em Ohio e últimas pesquisas consolidam liderança de democrata

The Washington Post, AP, AFP e Reuters, Washington, O Estadao de S.Paulo

08 de outubro de 2008 | 00h00

Pesquisas recentes e dados referentes ao registro de novos eleitores ajudam o democrata Barack Obama a consolidar sua liderança na corrida presidencial americana a menos de um mês da votação. Dois Estados considerados fundamentais para a eleição - Flórida e Ohio - encerraram na segunda-feira o registro de novos eleitores.Números divulgados ontem mostram que o Partido Democrata na Flórida conseguiu registrar cerca de 245 mil eleitores a mais que os republicanos. Em Ohio, onde o eleitor não revela sua preferência partidária ao se registrar, foram contabilizados 500 mil novos eleitores. O maior número de eleitores registrados, em tese, favorece o candidato democrata - que sobe nas pesquisas em razão da crise financeira, associada pela maioria dos americanos ao governo republicano de George W. Bush, prejudicando o candidato do partido, John McCain.Segundo o Comitê Democrata da Flórida, as chances de Obama chegar à Casa Branca aumentaram. "Entre 1º de janeiro e 30 de setembro, 803.909 pessoas registraram-se para votar na Flórida - incluindo 360.478 democratas; 253.294 independentes e sem filiação partidária; e 190.137 republicanos", disse Eric Jotkoff, diretor de comunicação do Partido Democrata. Jotkoff destacou o "ganho líquido" em número de eleitores - que também contabiliza votantes que mudaram de partido e exclui os que não votam mais no Estado. "Desde janeiro, o Partido Democrata da Flórida teve um ganho de 415.580 eleitores, enquanto os republicanos ganharam apenas 169.841, uma diferença de 245 mil eleitores."O registro de novos eleitores em Ohio também foi surpreendente. Uma porta-voz da secretária de Estado de Ohio, Jennifer Brunner, afirmou que o número de eleitores passou de 7,6 milhões para 8,1 milhões. No domingo, o cantor americano Bruce Springsteen fez um show na Universidade de Ohio para encorajar jovens a se registrarem para votar. Celebridades, como o ator Luke Perry, também participaram da campanha para aumentar o número de eleitores.Flórida e Ohio são considerados Estados indefinidos, sem predomínio claro de um dos dois partidos. Em 2000, a eleição foi decidida na Flórida após duas recontagens. Em 2004, a estreita vitória de Bush em Ohio lhe deu a reeleição.PESQUISASPesquisa divulgada ontem pela rede CNN sugere que a crise financeira nos EUA, a rejeição recorde ao governo Bush e uma visão desfavorável de Sarah Palin, companheira de chapa de McCain, têm contribuído para o aumento do apoio a Obama. O democrata tem 8 pontos de vantagem sobre o republicano: Obama tem 53% e McCain, 45%.Na pesquisa anterior, em setembro, a diferença em favor do democrata era de 4 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.