Obama: guerras foram pagas com 'cartões de crédito'

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, reagiu no debate presidencial quando foi criticado por seu adversário republicano Mitt Romney pelo crescimento da dívida e do déficit público norte-americanos durante os últimos quatro anos. Obama disse que quando tomou posse em 2009 herdou uma situação fiscal muito ruim do seu antecessor republicano, George W. Bush. O debate, o primeiro entre Obama e Romney, ocorreu na noite desta quarta-feira na Universidade de Denver, no Estado do Colorado.

ANDRÉ LACHINI (AE), Agência Estado

03 de outubro de 2012 | 22h53

"Quando entrei na Casa Branca, o déficit era enorme. Duas guerras foram pagas com cartões de crédito" na era W. Bush, rebateu Obama, referindo-se às guerras do Iraque e do Afeganistão, que custaram trilhões ao governo americano. "Nós vamos cortar coisas que não funcionam. Fizemos isso. Economizamos bilhões de dólares, ao desmantelarmos fraudes nos programas Medicare e Medicaid", disse Obama, ao citar os dois programas de assistência de saúde pública financiados pelo governo dos EUA.

Romney disse que os EUA acumulam US$ 1 trilhão por ano em dívida pública. "Não é justo deixar isso para as próximas gerações. É preciso cortar gastos e estimular o crescimento econômico", disse o republicano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.