Obama já luta em muitas frentes

A lua-de-mel de do futuro presidente Barack Obama com a população americana ainda não acabou, mas, a nove dias da posse, certamente o clima tornou-se mais tenso.Antes mesmo de assumir, um dos presidentes eleitos mais carismáticos das últimas décadas já se confronta com problemas em quase todas as frentes: dificuldades e revezes para compor seu gabinete, confusões no Senado (vital para aprovar seu megapacote de estímulo econômico), e, acima de tudo, a violenta invasão de Gaza por Israel, que põe em xeque sua capacidade de se diferenciar em política externa de George W. Bush, e em relação à qual o seu silêncio até agora desconcerta sua base eleitoral mais à esquerda.?Assim que assumir, ele terá de mostrar uma estratégia sobre o conflito entre israelenses e palestinos; é um assunto que Obama não pode ignorar, sob pena de parecer fraco, num momento em que há grande expectativa sobre a sua presidência?, diz Aaron David Miller, acadêmico especializado em políticas públicas do Centro Woodrow Wilson em Washington, autor do livro The Much Too Promised Land (?A terra Demasiadamente Prometida?), sobre o conflito, e ex-negociador americano para o Oriente Médio. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.