Obama lembra de tiroteio durante oração de Páscoa

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira que ninguém deveria ter de se preocupar com sua segurança quando está participando de cultos e, referindo-se ao tiroteio no subúrbio de Kansas City, afirmou que "pessoas inocentes foram mortas e suas famílias foram devastadas por esta violência no coração da comunidade judaica".

AE, Agência Estado

14 de abril de 2014 | 12h09

Ontem, um homem, identificado como Frazier Glenn Cross, um conhecido supremacista branco, matou três pessoas em ataques a um Centro Comunitário Judaico no Kansas.

O comentário de Obama foi feito durante a tradicional oração de Páscoa, no café da manhã desta segunda-feira.

O presidente disse ainda que esta semana, que antecede a Páscoa, é um momento de lembrar que "há uma grande quantidade de dor, de pecado e de tragédia neste mundo, mas temos de reconhecer que estamos dominados pela graça de um incrível Deus".

Obama também refletiu sobre a sua recente encontro com o Papa Francisco, que o presidente diz carregar o espírito de Deus com ele. "Ele nos implora para ver a dignidade inerente a cada ser humano", disse Obama. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Obamatiroteio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.