Obama liga para Karzai e discute eleições afegãs

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, e o dos Estados Unidos, Barack Obama, falaram por telefone pela primeira vez ontem, quatro semanas após a posse do norte-americano, informou o escritório do chefe de Estado afegão. Os dois presidentes conversaram sobre questões de segurança e as eleições presidenciais no Afeganistão, que acontecerão em agosto. Obama telefonou ontem para Karzai, no mesmo dia em que anunciou que enviará mais 17 mil soldados norte-americanos para a guerra no país da Ásia Central. Os EUA já têm pelo menos 33 mil soldados no Afeganistão.Karzai admitiu na semana passada que, quase um mês após a posse de Obama, ele ainda não havia conversado com o mandatário norte-americano. Karzai conversava regularmente com o ex-presidente George W. Bush. O presidente afegão dizia que sempre existiram tensões nas relações entre seu país e os EUA, principalmente por causa das mortes de civis provocadas por soldados ocidentais. Na semana passada, o enviado especial de Obama para o Afeganistão e o Paquistão, Richard Holbrooke, teve uma reunião com Karzai em Cabul, e o porta-voz do presidente afegão, Humayun Hamidzada, disse que as discussões foram "um grande passo para fortalecer as relações".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.