Obama manda Pentágono planejar saída do Afeganistão

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ordenou ao Pentágono nesta terça-feira que planeje a retirada, até o fim deste ano, de todo o contingente militar norte-americano ainda presente no Afeganistão para o caso de Washington e Cabul não chegarem a um acordo que permita a permanência de parte dos soldados depois de 2014.

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2014 | 14h41

Obama discutiu o assunto hoje durante conversa por telefone com o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai. O líder afegão tem-se recusado a assinar um novo acordo de segurança com os EUA. Obama disse a Karzai que está aberto à possibilidade de fechar o acordo daqui a alguns meses, provavelmente depois das eleições no Afeganistão, informou a Casa Branca por meio de nota.

Se um acordo for assinado até o fim do ano, disse Obama a Karzai, os EUA poderiam manter uma presença militar limitada no país. Ainda segundo o norte-americano, quanto mais tempo demorar para o acordo sair, mais provável se torna a possibilidade de a presença militar dos EUA a partir do ano que vem ser "menor em tamanho e ambição". Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAfeganistãomilitarsaídaretirada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.