Obama nomeia Loretta Lynch como procuradora-geral

O presidente Barack Obama nomeou Loretta Lynch como procuradora-geral dos Estados Unidos. Loretta atuava como procuradora no Brooklyn, em Nova York, e assume o cargo em substituição a Eric Holder.

Estadão Conteúdo

08 de novembro de 2014 | 15h40

Obama fez o anúncio em discurso hoje, na Casa Branca e disse: "Em seus 30 anos de carreira, ela tem se destacado como uma advogada, dura, justa e independente. Obama enfatizou ainda que Loretta Lynch atuou anos na luta contra o terrorismo e crimes cibernéticos, "com determinação na defesa dos direitos civis", complementou o presidente dos Estados Unidos.

De acordo com pessoas familiarizadas com o assunto, a nomeação de Lynch é uma tentativa do governo de atuar com o novo senado, controlado por Republicanos, já que a procuradora não tem relações próximas com ninguém da Casa Branca e já processou tanto Republicanos como Democratas ao longo de sua carreira.

A confirmação de Loretta Lynch ao cargo de procuradora-geral dos Estados Unidos ainda será submetida ao Senado. Quando confirmado, Lynch será a primeira mulher afro-americana a ocupar o cargo. Fonte: Dow Jones Newswires

Mais conteúdo sobre:
EUAObamaJustiça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.